segunda-feira, 28 de março de 2011

Ser poeta

Ser poeta é ter no dom tristemente belo o sentir que não se sente, de voar sem ter asas, de estar ausente no presente, de ser sem estar, de estar sem ser, de ver na antítese o prazer de escrever e na metáfora a forma de ser...

quinta-feira, 17 de março de 2011

Apenas miragens...

Afastei um punhado de nuvens para o sol ver, eram apenas miragens ocas que no meu pensamento se esbatiam...

quinta-feira, 10 de março de 2011

Perguntei à madrugada...

Perguntei à madrugada onde estavam os teus cabelos que no meu olhar tocavam, a madrugada disse-me apenas, no coração de quem tu amas...

sábado, 5 de março de 2011

O mar...

Vi o mar, mas não olhei, fugiam-me as ondas, tristes, sorumbáticas, sem a cor do sal, eram apenas o degredo da minha alma que de mim fugia