quarta-feira, 6 de julho de 2011

O mar...

O mar não se acordou, por lá ficou na névoa que se perdeu…que se ouvia, mas não falava…

José Guerra (2011)

Sem comentários:

Enviar um comentário