domingo, 16 de outubro de 2011

O verbo amar...

Um dia o verbo amar
perdeu-se na tua boca
sabia a pétalas de flor
ditas no teu sabor



José Guerra (2011)

2 comentários:

  1. Bom dia poeta amigo!
    Boa surpresa, encontrar com Florbela Espanca em seu site, somos assim ôoooo. De teus poemas me reservo, pois estes foram feitos para sentir.
    Deixo aqui cestos de inspirações masculas, te vire! Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Olá querida amiga Vera!

    Obrigado pelas suas palavras e pela sua sensibilidade!

    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar