sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

A Pluma de um escritor...

Devo ter sido
a pluma de um escritor
que nas palavras escrevia cor
debruadas de lágrimas e dor
prostradas de singela flor
em papel te escrevi amor


José Guerra (2011)

3 comentários:

  1. Olá José Guerra,

    E há lá palavra mais bonita e perfeita do que amor?
    Não interessa onde se escreve, o importante é que fique, permaneça.
    Aguardo a sua visita. Obrigada.

    Abraços de luz.

    ResponderEliminar
  2. Boa noite José Guerra,

    Desejo-lhe um Natal em paz e que o ano de 2012 seja produtivo em afectos.

    Beijos de luz.

    ResponderEliminar
  3. Obg Luz, para si tb e para os seus!!

    José

    ResponderEliminar