domingo, 8 de janeiro de 2012

Naquela praia...

Naquela praia
Pintada de silêncio
Beijei o mar do teu luar
De prata silêncio
Se fez o nosso calar


José Guerra (2012)

4 comentários:

  1. Beleza encontrei por aqui.
    Parabéns poeta, espetacular! ;]

    ResponderEliminar
  2. Mt obrigado Wanderley!

    Um abraço poético!

    José

    ResponderEliminar
  3. Ola :)
    Passo por aqui só para lhe agradecer.
    Leio atentamente no Facebook as suas «tantas poucas palavras» que me deixam sempre deliciada!
    Eu escrevo "rabiscos"!
    Mas qando leio as suas frases, acho imensa graça, poder sentir o fluir do sentimento na ponta da caneta...e depois,ao reler e pensar, poder sentir como me identifico com a sua forma de escrever!
    Os meus parabéns pela sua forma de sentir e por estes momentos aconchegantes que deixa espalhados num rasto....que vou continuar a seguir!!!
    Filomena Curto

    ResponderEliminar
  4. Obrigado Filomena pelo seu carinho e sensibilidade! Mesmo "rabiscos" que escreva, nunca os deixe de escrever!

    Um abraço poético!

    José Guerra

    ResponderEliminar