quarta-feira, 11 de abril de 2012

És tu a minha boca...

És tu a minha boca
Madrugada de ontem
De um tempo feito instante
Saliva rouca
Aventura louca
Conversas doidas
Olhos que não mentem
Tua pele de seda
Nas mãos que sentem

José Guerra (2012)

Sem comentários:

Enviar um comentário