domingo, 27 de maio de 2012

Vê o mar que chove...

Vê o mar que chove
imagina montanhas nele
lá longe, bem longe dos olhares indiscretos
dois seres se abraçam
afasta as ondas, meu amor
repara bem
como se amam naquele feno macio
pedes-me um beijo
nessa tua boca calada
sem tu saberes, nem eu
já te o dava

José Guerra (2012)

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Bebi-te num rio...


Bebi-te num rio numa manhã de degelo 
Tacteavas a pedra polida
Como se tivesses lábios de desejo
Percorrias as entranhas nos fiordes
Num frenesim sensual
Derretias os prados fumegantes
Mitigavas-me o anseio ardente
Nos teus lábios quentes
Mordias o verde até ser rio
Morrias-me na foz até ser gente

José Guerra (2012)

terça-feira, 1 de maio de 2012

Sessão de Autógrafos

Caros leitores e amigos!

Dia 06 de Maio de 2012 (Domingo), estarei na Feira do Livro de Lisboa, associado ao Sitio do Livro, no pavilhão dos pequenos editores entre as 17h00 e as 18h00 para uma sessão de autógrafos das minhas últimas obras editadas.

Conto com a vossa presença e um obrigado desde já!

Boas leituras!

José Guerra