terça-feira, 26 de junho de 2012

Fui passear o vento...

É tarde, já se calou a voz
O pensamento vagueia-me
O silêncio corta-me o respirar
Um de mim saiu por ai
Fui passear o vento
nesta noite de meia lua
Cheira a passado, fico tolhido
Nesta aragem sonolenta
Sinto que as estrelas conversam
De tão alto falam que nem as ouço
Mas posso-lhes tocar
porque são o meu Mar

José Guerra (2012)

Sem comentários:

Enviar um comentário