terça-feira, 7 de agosto de 2012

O Poema é o meu leito...

O poema é o meu leito
onde me deito estreito
à espera que a noite me leve
nas pálpebras jaz
o que o sono me traz
vagueia o espírito livre
de um corpo cansado
que deixo para trás
sem jamais saber
se algum dia dormirá em paz

José Guerra (2012)

Sem comentários:

Enviar um comentário