segunda-feira, 15 de outubro de 2012

"O caminho faz-se caminhando"

“O caminho faz-se caminhando”. Faz-se caminhando, porque não há caminho, porque este só se faz ao caminhar, palavras sábias de António Machado, poeta Espanhol.

A minha caminhada, ainda que curta num trajecto de apenas

3 anos, já conta com 4 obras lançadas de que me orgulho. Livros de Poesia e Prosa poética: “Pensamentos” (2010); “Pura Inspiração” (2011); “Palavras por Dizer” (2012) e um Romance “A Paixão que Veio do Frio” (2012). Em breve um novo romance. Um corolário de inspiração e investigação histórica.

Tem sido um caminho tortuoso, calcorreado na tormenta, por ventos e marés que teimam em virar a nau. Mas tem valido a pena, porque se amam as letras. Se assim não fosse, os corações não eram tocados, nem os sorrisos cantados, porque de alento vive a alma como se fosse alimento. Os poemas não floriam, nem o amor era pintado nos livros, como se de uma pauta se tratasse. O que tenho aqui dentro, ainda não tem nome, é mais antigo que a minha alma e maior que a minha existência. Apenas sigo o que universo me trilhou.

"Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto."

Fernando Pessoa

2 comentários:

  1. José, não tive ainda a honra de ler as suas obras publicadas. Como adoro a leitura, é uma falha que estou com muita impaciência de corrigir desde que sigo o seu blogue.
    Todos os que escrevem, mesmo os que se contentam de tentar sem nunca conseguir, fazem isso mesmo: "paisagens com o que sentem". Fernando Pessoa sabia!
    Até breve.

    ResponderEliminar
  2. Olá cara amiga Dulce,

    Sinto-me lisonjeado com as suas palavras e agradeço desde já a sua preferência no que escrevo.

    Estou igualmente a seguir com interesse o seu blogue e gosto particularmente da "veia" poética.

    Em breve estou a lançar um novo romance, ficando aqui desde já o convite para a sua presença no lançamento, para o qual teria muito gosto na sua presença.

    Em breve direi a data e o local!

    Um abraço poético!

    Até breve,

    José

    ResponderEliminar