segunda-feira, 14 de abril de 2014

Na tua pele, até ao amanhecer...


2 comentários:

  1. Belissimo...

    Uma lírica intrapessoal que denota
    o quão conhece-te a Ti próprio,
    facto raro hoje em dia.

    Felicitações Poeta José.

    Meus cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. Obg pelas suas palavras!

    Um abraço poético

    ResponderEliminar